Entidades Paramaçônicas

COMPLEMENTO DA FAMÍLIA NA MAÇONARIA

O desenvolvimento da humanidade, a expansão dos relacionamentos de ordem pessoal e social e a representatividade da Ordem Maçônica não podem permitir que fique restrita às atividades de seus membros em cada Oficina. Tal fato minimiza a transferência de conhecimentos adquiridos, em especial quando não são repassados aos membros de nossas famílias. Assim, ao enxergar o quanto de bom existe a ser transmitido coletivamente à Família Maçônica, julgou-se por bem trazê-la no sentido de criar canais com condições de comunicar valores e exemplos, aproximando-a das Lojas Maçônicas.

Assim, foram desenvolvidas, ao longo do tempo, as Entidades Paramaçônicas: Estrela do Oriente, Meninas do Arco-Íris, Filhas de Jó, Pledges, DeMolays, entre outras. Por sua essência educativa e de desenvolvimento pessoal, a Maçonaria abraçou também o Escotismo. Todos esses corpos paramaçônicos têm seus regimes e administrações próprias, mas o fundamento de seus ensinamentos segue os ditames da Maçonaria. Assim, conhecendo cada uma das Ordens, cabe aos maçons e às Lojas de modo geral divulgar, apoiar e incentivar tais atividades em sua região, participando com a família ou indicando pessoas conhecidas que reúnam as condições necessárias para ingressarem na Ordem desejada.

A Grande Loja do Estado de São Paulo, através de seu Grão-Mestre, tem dado todo o apoio à Grande Secretaria de Entidades Paramaçônicas, pois o reconhecimento tratar-se de uma forma de participar do aprimoramento do ser humano e contribuição para o bem estar da sociedade.