Paramaçônicas

Estrela do Oriente

Fundada em 1850 por Robert Morris, Mestre Maçom e Grão Mestre do Estado de Kentucky (USA).
É uma organização, instituída com a finalidade de congregar a família maçônica, sob o manto dos ensinamentos seculares de solidariedade, amor ao próximo, liberdade de expressão, liderança moral e intelectual e crença na existência de um Ente Supremo.

Dela fazem parte homens, Mestres Maçons e, mulheres de bons princípios e valores espirituais, não sendo, contudo, uma religião, nem uma sociedade feminista, muito menos uma “maçonaria mista ou feminina”. Tem como propósito, através de seus trabalhos ritualísticos, ressaltar qualidades morais e espirituais; edificar o caráter, educar, fazer caridade e servir ao próximo. As reuniões são realizadas em Templos Maçônicos ou Salas Capitulares.

Para ser um membro da Estrela do Oriente, no caso de homem, deve ser Mestre Maçom regular e no caso das mulheres, é preciso ser esposa, viúva, filha, filha adotiva, mãe, madrasta, irmã, neta, avó, bisavó, sobrinha, nora, sogra, tia, ou cunhada de Mestre Maçom regular, e que tenham mais de 18 anos completos.
Um dos grandes propósitos das Estrelas do Oriente é dar suporte à Ordem do Arco-Iris para Meninas e as Filhas de Jó, preparando-as para uma vida de liderança dentro dos valores das Estrelas do Oriente.

Para formar um Capítulo é preciso no mínimo 21 membros, sendo obrigatório a presença de pelo menos dois Mestres Maçons Regulares.